CONHECENDO NOSSA REGRA II



ESTATUTOS DA FRATERNIDADE DOS
TERESINIANOS MENSAGEIROS DE NOSSA SRA. DE FÁTIMA

(CONTINUAÇAO)


3. A Fraternidade MISSÃO ETERNA ALIANÇA, Ou TERESENIANOS MENSAGEIROS DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA, pretende ser um sacramento dos três momentos da vida terrena dAquele que é o Nosso Modelo e Mestre, ou seja:1. De Seu aniquilamento na Encarnação até o seu batismo; 2. De Sua vida Pública até Sua morte e ressureição.
            4. Para sermos este sacramento da vida terrena de  Nosso Senhor Jesus Cristo, o Senhor nos chamou a uma consagração de vida, na qual os tres ramos de nossa Fraternidade expressa melhor cada um destes aspectos, ao mesmo tempo que em cada um deles todos sejam chamados a refletir o Cristo total, como cada batizado. Assim, os membros da comunidade de vida  que levam vida exclusivamente contemplativa, são sinal do aniquilamento e vida oculta que Nosso Senhor assumiu, antes de iniciar sua vida pública, vindo  ao encontro dos homens para nos salvar, imitam, principalmente a vida oculta do Mesmo Senhor que, mesmo sobrecarregado pelas multidões que a Ele acorriam, “costumava retirar-se a lugares solitários para orar”(Lc.5,16); Ao passo que a Comunidade de vida (CV), e a de Aliança (CA), imitam, principalmente, o período que, na vida de Nosso Senhor vai de Seu Batismo até Sua Ascenção ao Céu, uma vez que, tentamos imitar a Cristo que, mesmo depois de Sua morte e ressurreição, não cessou de levar todos a Boa nova do Evangelho, incansavelmente, até Sua Ascenção ao Céu.    
           5.Embora toda a nossa Fraternidade seja aberta aos carismas do Espírito Santo (Cf. ICor.12) como os concebe atualmete a Renovação Carismática Católica, mesmo usando, na pastoral e, em nossa vida pessoal os carismas do Espirito Santo, não nos consideramos membros da RCC, mas sim, membros das assim chamadas novas fraternidades que, O Espírito Santo tem suscitado na Igreja segundo as necessidades destes novos tempos. É assim que a nossa Fraternidade coloca-se a serviço da Igreja e de todos os homens, com a espiritualidade, o carisma , a vida contemplativa e apostolado que lhe são próprios, levando a todos a Mensagem do Evangelho, relembrada ao mundo por Nossa Senhora em Fátima e em todas as Suas Aparições no mundo inteiro.
(Extraído dos Estatutos de nossa Fraternidade)

ALERTA URGENTE DE ORAÇÃO


Queridos amigos,


Um dos carismas de nossa comunidade dos teresinianos é divulgar as mensagens de Nossa Senhora em suas mais diversas aparições e fazer de tudo para obedecer o que nelas é pedido, por isso vos enviamos esse artigo abaixo mostrando que o terremoto terrível que aconteceu no japão já havia sido por ela profetizado há decadas atrás naquele dito país, numa cidadezinha chamada Akita peço a todos que rezem o rosário ou seja, os 4 terços, e divulguem essa mensagem e orem para que eu logo tenha condiçoes de iniciar a comunidade, como pretendo, em julho porque rezaremos todos os dias o rosário, principalmente pelos sacerdotes e em reparação dos pecados do mundo. DEUS ABENÇOE. PE. TARCÍSIO.


Assunto: Ciência confirma a Igreja. A advertência não atendida de Nossa Senhora de Akita e o terremoto no Japão
Em 1973, Nossa Senhora se manifestou em Japão à Irmã Agnes Katsuko Sasagawa, que então tinha 42 anos de idade, no convento das Servas da Ssma. Eucaristia na localidade de Yuzawadai, perto de Akita, província de Sendai.
Quer dizer na região mais atingida pelo terremoto que acaba de causar formidáveis danos no Japão.
Akita fica na mesma latitude do epicentro do colossal abalo sísmico, porém do lado ocidental da ilha, a uma distância de 150 kms de Sendai, a cidade mais atingida, e que fica no lado oriental do arquipélago do Sol Nascente.
As fotos das pavorosas ruínas da cidade de Sendai e vizinhanças estão em todos os jornais, TVs e sites da Internet.

Akita foi atingida pelo terremoto, mas não pelo devastador tsunami. O santuário de Nossa Senhora não sofreu danos relevantes.
Vide abaixo o santuário do convento onde Nossa Sra. se manifesou em Akita.

O terremoto e o tsunami trouxeram de volta à memória as solenes advertências de Nossa Senhora ao clero e ao mundo em 1973. Desde aquela data, a imagem de Nossa Senhora chorou lágrimas, segundo testemunhas, mais de uma centena de vezes e verteu sangue em diversas ocasiões.
O fenômeno místico foi analisado pela hierarquia eclesiástica.

Igreja de Nossa Senhora de Akita, Yuzawadai, Sendai
Em abril de 1984, Dom João Shojiro Ito, Bispo de Niihata, Japão, após anos de exaustiva investigação, declarou que os acontecimentos de Akita são de origem sobrenatural e autorizou para a diocese inteira a veneração da Santa Mãe de Deus de Akita.

Em junho de 1988, o Cardeal Ratzinger, Prefeito da Congregação da Doutrina da Fé, deu julgamento definitivo sobre os acontecimentos e mensagens de Akita e os declarou dignos e merecedores de fé.
O mesmo Cardeal Ratzinger ‒ hoje Bento XVI ‒ segundo publicou a revista italiana Jesus em 11 de novembro de 1984, comentou que as mensagens de Fátima e de Akita são “essencialmente a mesma”.
As concordâncias com a mensagem completa de La Salette são também de tal maneira evidentes para os leitores deste blog que também nos sentimos dispensados de fazer qualquer paralelismo.
Aqueles que lembram as gravíssimas advertências de Nossa Senhora no Japão e, sugestivamente, na região hoje sinistrada, ficaram impressionados pela similitude do profetizado em 1973 com o hoje acontecido.

Nossa Senhora de Akita
Mais ainda, ficaram estarrecidos com o que pode vir. Porque Nossa Senhora preanunciou em Akita castigos ainda mais terríveis do que este enorme terremoto, se o clero católico e o mundo não se arrependiam e mudavam de vida.
Nossa Senhora não foi ouvida, é doloroso constatá-lo. Mais ainda, sua maternal intervenção foi esquecida.
Este é um momento extraordinariamente oportuno para voltarmos para ela e lhe dar a atenção e obediência que merece, com toda a confiança posta na inesgotável misericórdia da Mãe de Deus.
Mas, o que disse e o que pediu Nossa Senhora em Akita?


O apelo de Nossa Senhora no Japão
O jornal “The Wanderer”, em 17 de fevereiro de 1994, publicou exaustiva matéria baseada no “Official Akita Book” (“O livro oficial de Akita”) de autoria do Pe. Teiji Yasuda, O.S.V.
É dali que extraímos a seguinte matéria de tal maneira eloqüente que qualquer comentário pode parecer supérfluo.
Uma das mensagens mais impressionantes de Nossa Senhora de Akita foi feita a 13 de outubro de 1973. Nela, a Santíssima Virgem afirmou:


“Se os homens não se arrependerem e não melhorarem, o Pai infligirá um terrível castigo para a humanidade. Será uma punição maior do que o dilúvio, nunca vista antes.
“Fogo cairá do céu e destruirá grande parte da humanidade, tanto os bons quanto os maus, não poupando nem sequer aos sacerdotes ou fiéis. Os sobreviventes se acharão de tal maneira desolados que terão inveja dos mortos.
“As únicas armas que restarão serão o Rosário e o Sinal deixado pelo meu Filho. Todo dia recite as orações do Rosário. Com o Rosário, reze pelo Papa, pelos bispos e padres.
“A obra do demônio se infiltrará até mesmo dentro da Igreja de tal modo que veremos Cardeais se opondo a Cardeais, bispos contra bispos.
“Os padres que Me veneram serão escarnecidos, menosprezados e combatidos pelos seus confrades (outros padres).
“Igrejas e altares serão pilhados.
“A Igreja estará cheia daqueles que aceitam compromissos e o demônio afligirá muitos padres e almas consagradas a deixarem o serviço do Senhor.
“O demônio será particularmente implacável contra as almas consagradas a Deus. A idéia da perda de tantas almas é a causa de minha tristeza.
“Se os pecados aumentarem em número e gravidade, em breve não haverá perdão para eles.
“Reze muito as orações do Rosário. Eu sozinha ainda sou capaz de salvá-los das calamidades que se aproximam.
“Aqueles que colocam sua confiança em Mim serão salvos”.




Fonte :  Blog a Ciência confirma a Igreja. "A Aparição de La Salette e suas Profecias"


 Vamos aproveitar o momento da Quaresma para refletirmos sobre tais afirmativas e possibilidades, e que O Bom Deus tenha piedade de nós como teve de Nínive, para que, pela nossa penitência e conversão, afastemos, com a obediência a Nossa Senhora, os castigos que merecemos pelos nossos inúmeros e imundos pecados.
PE. TARCISIO AVELINO

A PALAVRA DO FUNDADOR

"TENHO SEDE"
                                                         POR: Pe. Tarcísio Avelino



Como temos ressaltado, o tema principal que perpassa toda a Quaresma é o tema da CONVERSÃO, sendo que,  cada dia e, principalmente a cada domingo podemos aprender um pouco mais sobre essa palavra na qual se resume a vida do homem sobre a terra em sua caminhada rumo ao Céu.
Hoje, analizamos a conversão daqueles que, como a samaritana deixam de ser aqueles que buscam para se converter naqueles que levam, deixam de ser sedentos para se converter em fontes.
A súplica de Jesus, tenho sede, não só é uma antecipação deste mesmo brado que Ele dará quando chegar a sua hora, a hora da cruz, por isso no Evangelho de hoje S. João faz questão de dizer a hora em que se passou este episódio de Jesus com a samaritana, pois foi na mesma hora em que Ele foi crucificado.
Tenho sede é a expressão do quanto Deus anseia pelo amor de Seus filhos, mas é também a identificação de um Deus que se fez homem para sofrer em nosso lugar as consequências de nosso pecado.
O pecado do homem separou-o dA Fonte que jorra para a vida eterna fazendo com que, mesmo estando sempre perto desta Fonte que é Deus, fique bebendo água parada de poço que não sacia.
Quem nunca comparou não sabe a diferença imensa que existe entre a água de uma fonte e a água parada de um poço. A primeira é muito mais leve, porque, jorrando constantemente é muito mais fresca, leve e oxigenada, símbolo do Espírito Santo, amor do Pai e do Filho que, como lemos na segunda leitura foi derramado em nossos corações. Foi este mesmo Espírito que foi se derramando, envolvendo e esclarecendo essa samaritana porque ela estava em contato direto, sem o saber, com A Palavra Viva e Eficaz de Deus, Jesus, O Verbo Encarnado. Sem o perceber essa mulher foi recebendo do Próprio Amor, a água com a qual tanto desejava se desalterar mas não a encontrou em nenhum dos seus muitos maridos.
"Eu estarei lá, diante de ti, sobre o rochedo, no monte (...). Ferirás a rocha e dela sairá água para o povo beber". Essa promessa de Deus se cumpriu plenamente em Jesus. Ele é a rocha que, ferida no alto do Monte Calvário, jorrou água e sange, símbolo do Espírito Santo que torna Deus presente a nós em cada um dos sete sacramentos.
Jesus é a resposta de Deus para toda a humanidade prefigurada na primeira leitura, que, desesperada pela sede de Deus, procura, desesperadamente saciar essa sede, nas drogas, no sexo desvairado, nos prazeres, no consumismo, no barulho excessivo...
"Ah se soubésseis quem te fala e que te pede de beber...tu mesma lhe pedirias e Ele te daria água viva". Então queridos irmãos, oremos como a samaritana que, sem o perceber, viu-se saciada e se converteu de sedenta em fonte: "Senhor, dá-me desta água, para que eu não tenha mais sede e nem tenha que vir aqui para tirá-la", e então, quando Ele se revelar a nós como o fez com ela, "SOU EU", nos tornaremos também, apóstolos como ela, para que, como os seus conterrâneos possamos também escutar aqueles aos quais apresentarmos Jesus dizer a nós: "já não cremos por causa das tuas palavras, pois nós mesmos ouvimos e sabemos que Jesus é o salvador do mundo"
Sim,  quando deixamos essa Palavra Viva que é Jeus,dialogar com conosco como o fez com a samaritana, experimentamos A Água Viva de Seu Espírito diretamente da Fonte e nos convertemos em "fonte de água viva que jorra para a vida eterna", na qual todos os sedentos podem beber, porque é impossível experimentar esse amor sem nos tornarmos Suas testemunhas.
Deus abençoe a todos. Pe. Tarcísio Avelino

REPARAÇÃO, IDENTIDADE DO TERESINIANO

UM POUCO MAIS SOBRE NOSSO CARISMA
POR: Pe. Tarcísio Avelino

A OBRA DA COMUNIDADE DOS TERESINIANOS MENSAGEIROS DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA TEM COMO CARISMA REPAR E RESGATAR, OU SEJA, REPARAR OS PECADOS DO MUNDO, COMO NOSSA SENHORA PEDIU EM FÁTIMA, PORQUE OS PECADOS NÃO CONFESSADOS E DEVIDAMENTE ARREPENDIDOS FAZEM COM QUE PESEM SOBRE O MUNDO A JUSTIÇA DIVINA, ALÉM DE TER COMO QUE UM EFEITO RADIOATIVO INVISIVEL QUE ENFRAQUECE A TODOS NA LUTA CONTRA AS TENTAÇÕES O QUE FAZ COM QUE CADA VEZ MAIS UM MAIOR NÚMERO DE PESSOAS SE AFASTEM DE DEUS, MERGULHANDO NA DEPRESSÃO, SINDROME DO PÂNICO E SUICÍDIO, ISSO É O QUE REZAMOS NO CREDO, QUANDO DIZEMOS QUE CREMOS NA COMUNHÃO DOS SANTOS, ESTAMOS DIZENDO QUE CREMOS QUE O BEM QUE UM FAZ BENEFICIA O MUNDO INTEIRO, BEM COMO TAMBEM, O CONTRÁRIO, O MAL QUE UM FAZ, PESA SOBRE A HUMANIDADE INTEIRA PORQUE SOMOS UMA FAMÍLIA ONDE TODOS SOMOS FILHOS DO MESMO PAI QUE É DEUS. ASSIM COMO NUMA FAMÍLIA SANGUÍNEA O SOFRIMENTO DE UM PESA SOBRE TODOS, ASSIM TAMBÉM ACONTECE COM A HUMANIDADE. É POR ISSO QUE EM 1917 NOSSA SENHORA APARECEU EM FÁTIMA PARA PEDIR REPARAÇÃO DOS PECADOS COMETIDOS CONTRA O SEU IMACULADO CORAÇÃO, PORQUE COMO ELA FOI A PESSOA QUE MAIS AMOU NESTE MUNDO, TODA OFENSA QUE É FEITA CONTRA DEUS FERE O SEU IMACULADO CORAÇÃO, BEM COMO TODA OFENSA QUE SE FAZ A ELA É OFENSA FEITA ÀQUELE QUE QUIZ CONTAR COM ELA PARA NOS CONCEDER A SALVAÇÃO.
REPARA E RESGATAR. RESGATAR AQUELES QUE, ESTÃO NO PECADO NÃO SÓ PORQUE SÃO NOSSOS IRMÃOS E NÃO PODEMOS FICAR INDIFERENTES VENDO-OS CAMINHAR PARA O ABISMO COMO TAMBÉM PORQUE AMAMOS A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E SABEMOS QUE CADA PESSOA QUE CONSEGUIRMOS LEVAR À CONVERSÃO, SIGNIFICA MENOS OFENSAS COMETIDAS A ESTE DEUS QUE NOS AMA COM AMOR ETERNO, TOTAL PESSOAL E INCONDICIONAL.E COMO PODEMOS REPARAR OS PECADOS DO MUNDO? BÁSICAMENTE DE DOIS MODOS:OFERECENDO AO PAI, SEMPRE EM UNIÃO COM OS MERECIMENTOS DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, E NÓS TERESINIANOS O FAZEMOS PELAS MÃOS DE MARIA SANTÍSSIMA, TANTO OS SOFRIMENTOS PERMITIDOS POR DEUS COMO TAMBÉM AQUELES QUE NÓS VOLUNTARIAMENTE NOS IMPOMOS COM A INTENÇÃO DE REPARAR OS NOSSOS PECADOS E OS DO MUNDO INTEIRO COMO O ANJO DA PAZ ENSINOU AOS PASTORINHOS EM FÁTIMA: "MEU DEUS, EU CREIO, ADORO ESPERO E AMO-VOS PEÇO-VOS PERDÃO POR AQUELES QUE NÃO CREEM, NÃO ADORAM NÃO ESPERAM E NÃO VOS AMAM, SANTÍSSIMA TRINDADE PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, EU VOS ADORO PROFUNDAMENTE, E VOS OFEREÇO O CORPO E O SANGUE, ALMA E DIVINDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, PRESENTE EM TODOS OS TABERNÁCULOS DA TERRA EM EXPIAÇÃO DOS ULTRAJES, BLASFÊMIAS, SACRILÉGIOS E INDIFERENÇAS COM QUE ELE MESMO É OFENDIDO E PELOS MERECIMENTOS INFINITOS DO SEU SACRATÍSSIMO CORAÇÃO E DO CORAÇÃO IMACULADO DA VIRGEM MARIA PEÇO-VOS A CONVERSÃO DOS POBRES PECADORES"

AQUI ESTÁ, EM SÍNTESE, UM POUQUINHO DA NOSSA MISSÃO.
COM ESSE ARTIGO, PRETENDO TAMBÉM CONVIDAR A TODOS PARA ACESSAREM O BLOG AO MENOS UMA VEZ POR SEMANA PARA LER A HOMILIA DE DOMINGO QUE POSTAREI SEMPRE AOS SÁBADOS OU AOS DOMINGOS, PARA VOS AJUDAR A VIVER, DURANTE A SEMANA, AQUILO QUE O EVANGELHO PEDE E ACONSELHA PARA SERMOS SANTOS COMO O PAI É SANTO, CONDIÇÃO PARA QUE POSSAMOS PASSAR PELA PORTA ESTREITA DE ACESSO AO CÉU.
DEUS ABENÇOE A TODOS. PE. TARCÍSIO AVELINO

CONHECENDO NOSSA REGRA I


ESTATUTOS DA FRATERNIDADE DOS
TERESINIANOS MENSAGEIROS DE  NOSSA SRA. DE FÁTIMA

CAPÍTULO I:  DA NATUREZA DOS FINS E DOS MEIOS

            1. Encontrando-se no Monte Horeb, por medo de Jezabel, o Profeta Elias teve um encontro com Deus que lhe perguntou: ”Que Fazes aqui Elias?” ao que este respondeu: “Eu me consumo de zelo pela casa do Senhor”
(I Rs.19,10). Também nós, Teresinianos Mensageiros de N. Senhora de Fátima somos, como os carmelitas, herdeiros do Profeta Elizeu que, consumido de Zelo pela causa do Senhor, não hesitou em defender a Glória de Deus, que, para nós, a exemplo de Nossa Mãe Santa Teresinha e dos Pastorinhos de Fátima, que jamais esitaram em dar a vida pela causa de Deus a eles revelada pela Senhora do Céu, fazemos da salvação das almas, o motivo de nossa existencia.

            2. Foi consumido deste mesmo zelo pela nossa salvação que Nosso Senhor se encarnou, viveu trinta anos oculto no lar de Nazaré, sofreu, morreu e ressuscitou como havia dito: “o zelo pela Sua Casa me devora”, referindo-se ao templo do Seu Corpo Santíssimo, que assumira no ventre de Maria Santíssima, ícone vivo de cada pessoa humana pela qual devemos, como Ele dar a maior prova de amor, dar a própria vida.
(extraído do texto dos Estatutos dos Teresinianos de Fátima)

A PALAVRA DO FUNDADOR

 
QUARESMA, TEMPO DE CAMINHAR

Na última postagem vimos que a Quaresma nos lembra de nossa condição de viajantes no deserto deste
mundo onde a cada passo estamos sujeitos a muitas armadilhas do Tentador.
A liturgia de hoje nos convida a olhar o alvo desta longa caminhada, para que, enxergando a recompensa que nos aguarda possamos encontrar ânimo para a íngreme subida que devemos iniciar com Nosso Senhor Jesus, rumo ao calvário onde com Ele, consumaremos a oferta de nossa vida ao Pai.
Antes de iniciarmos a subida deste monte de dores e sofrimentos Cristo nos leva para um outro monte, o Tabor, onde nos deixa entrever um pouquinho de Sua glória, que será também nossa, uma vez que aprendemos que, "seremos semelhantes a Ele, porque o veremos tal como Ele é"(1JO.3,2).
e, uma vez contemplando-O em Sua glória, é tal a sensação de gozo, que, mesmo em meio a um temor que prostra, (como o fizeram aqueles que Jesus leva consigo), Pedro deseja permanecer ali, tanto que sugere ao Senhor que ali se armem três tendas, no entanto, O Senhor lhe diz, "levanta-te! não tenhais medo". Essa é a palavra de ordem de Jesus tanto para aqueles que, como Pedro se deleitam nos breves momentos de Tabor que Deus nos concede em meio a este "vale de lágrimas", como também para aqueles que, ao iniciar a áspera subida do Calvário se sentirão cansados e desanimados ao contemplar todas as suas esperanças ruírem por terra.
Foi exatamente para que não se escandalizassem da cruz que o Pai, tal como o fizera no início da vida pública de Jesus, irrompeu para dar testemunho de Seu filho: "Este é o meu Filho amado, escutai-O"! É como se o Pai nos dissesse: " Cuidado! Não vos enganeis. Este que daqui a pouco vós contemplareis em toda fragilidade e sofrimentos, tão vulnerável, desprezível e humilhado, como o pior dos criminosos e pecadores é O Meu Filho Amado. Escutai-O!
Sim. Era preciso que O Pai interviesse, do contrário, teria sido muito pior a reação de covardia que os discípulos tiveram diante do sofrimento inusitado, dAquele no qual tinham colocado todas as suas esperanças.
A segunda leitura nos lembra que fomos chamados a uma vocação santa, e qual é essa vocação? A de sermos semelhantes a Cristo, transfigurados com Sua glória por toda eternidade, mas antes de lá chegarmos é preciso nos lembrar que, enquanto estamos neste mundo, temos a vocação de caminhantes, que, a exemplo de Abraão, como lemos na primeira leitura, pela fé, partiu, sem nem saber para onde ia, abandonando o conforto e a segurança da terra de seus pais, porque importa sempre obedecer a Este Deus que é amor.
com certeza Abrãao não queria partir, no entanto sua obediência é uma figura pálida da obediência de Jesus no horto das Oliveiras "Pai afasta de mim este cálice, mas seja feita a Vossa vontade e não a minha". Esta deve ser a nossa oração, tanto nas vezes que estivermos tentados a nos acomodar nos poucos e breves momentos felizes que temos neste mundo, como nas vezes em que a tentação fôr a de permanecer prostrados sobre o peso de nossos sofrimentos, sem coragem para seguir em frente. Então ouviremos a voz de Jesus ressoar em nossos ouvidos: "Levantai-vos! Não tenhais mêdo"! Não tenhais mêdo nem da minha glória que será a tua glória, nem do sofrimento que tereis que passar para chegar onde cheguei, pois se quizeres chegar onde cheguei é preciso me seguir, renunciar a si mesmo e  tomar a sua cruz. Isso é o que significa o "Escutai-O"! que hoje ouvimos da parte do Pai. "Escutai-o" quer dizer, obedecer as Palavras de jesus e imitar os Seus exemplos.
Não foi por acaso que Jesus se transfigurou ao lado de Moisés e de Elias pois estes eram a síntese de toda a Escritura conhecida até então, Moisés representa os livros da Lei pois recebeu os dez mandamentos no Horeb e Elias é o representante máximo dos escritos proféticos. Assim quando O Pai nos manda escutar O Seu Filho, está nos dizendo que todo o Antigo Testamento deverá ser, a partir de agora, lido á luz do Novo Testamento, da Nova Aliança que O Seu Filho veio inaugurar, Ele é A Palavra Viva do Pai, O Verbo que se encarnou para nos ensinar com suas palavras e exemplos o caminho de volta para o O Pai, que havíamos perdido para o Pai.
Queridos irmãos, podemos então concluir que, se a Quaresma pode ser vista como um símbolo da caminhada da humanidade neste mundo rumo à Pátria definitiva, que a conversão a que somos exortados hoje é a de nunca desanimarmos de prosseguir em frente, nem pelos gozos passageiros que este mundo ou O Pai possa nos oferecer, nem pela prostração a qual nos lança os nossos sofrimentos. Portanto! Avante! Importa caminhar sempre, sem jamais desanimar pois a recompensa é a eternidade feliz e a vitória já está ganha! (Rm. 8,31-37). Tenham todos uma santa Quaresma, garantia de que tereis  uma Feliz Páscoa! Deus lhes abençoe! COM MARIA,
Pe. Tarcísio avelino.  EMAIL: avelino41s@gmail.com

Teresinianos Mensagieros de Nossa Senhora de Fátima


1.     1. Quem somos:

A Fraternidade dos Teresinianos Mensageiros de Nossa Senhora de Fátima  é o conjunto das comunidades do leigos consagrados, entre eles vivem os seminaristas e das leigas consagradas, sendo que entre o ramo feminino e o masculino existem aqueles chamados a uma vida exclusivamente contemplativa, mas que, em nada se diferem dos demais na vida comum, exceto que não têm a obrigação de um apostolado externo. Além destes irmãos temos também os casais da comunidade de vida e os casais e os leigos da comunidade de Aliança. Todos irmanados num mesmo ideal de consagrar nossas vidas à reparação dos pecados do mundo e a consolar Nosso Senhor, por uma vida de comunhão com Maria, da qual nos fazemos escravos por amor, com o objetivo de resgatar almas para Deus através da pregação do amor de Deus na pastoral da visitação às famílias e na profissionalização e evangelização do adolescente carente.             Somos uma comunidade Católica Apostólica Romana composta de homens e mulheres consagrados vivendo em comum, comunidade de vida (CV), cujo objetivo da vida é resgatar as ovelhas desgarradas da única igreja fundada por nosso Senhor Jesus Cristo, através de uma vida perfeitamente equilibrada entre o trabalho e a oração.

2.Nosso carisma:


Nossa missão é resgatar vidas, levando as pessoas a uma experiência pessoal do amor de Deus pela pregação Keregmática de porta em porta e, oferecendo-nos como VÍTMAS DE HOLOCAUSTO DE AÇÃO DE GRAÇAS AO AMOR MISERICORDIOSO DE DEUS, oferecendo toda nossa vida em agradecimento a Deus por todos os seus benefícios, em nome de uma humanidade que não somente esquece de agradecer, como somente lembra de reclamar tudo e de de blasfemar o santo e soberano nome de nosso Deus e Senhor.  Procuramos  a vivência e propagação da Total Consagração à Santíssima Virgem, ou Santa Escravidão de Amor, segundo o espírito de São Luís Maria Grignion de Montfort, para que venha logo o Triunfo do Imaculado Coração de Maria e o Reinado Eucarístico de Jesus Cristo.
Na prática, vivenciamos o nosso carisma:- Adoração amorosa e reparadora ao Santíssimo Corpo de Deus;- Na capacitação profissional do adolescente carente;- Missão evangelizadora marcadamente pela pregação kerigmática nas residências familiares nas paróquias onde somos chamados, no estilo das missões populares com ênfase no kerigma e na Efusão do Espírito Santo.
Pela entrega de nossas vidas queremos glorificar a Deus e trabalhar pela salvação de todos deixando tudo porque encontramos n’Ele um tesouro maior. Queremos corresponder ao imenso amor com o qual Deus nos amou, vivendo para Ele, seguindo Jesus mais de perto na sua simplicidade, pobreza e serviço. Enfim no amor apaixonado ao Pai do Céu e aos irmãos, principalmente aos que, ainda não encontraram em Cristo o sentido da vida. Desejamos viver a alegria da cruz no seguimento de Cristo a exemplo de sua Mãe Santíssima. Amamos a Santa Igreja de Deus para cujo o serviço somos consagrados, oferecendo as nossas orações, adorações e sacríficios, especialmente pela  em reparação dos pecados do mundo e pela santificação dos sacerdotes. É, pois no coração de Maria que aprendemos verdadeiramente a adorar Jesus no Santíssimo Sacramento, a serví-lo nos irmãos.

3. Nossos Padroeiros:

https://lh3.googleusercontent.com/-OsoZTafWrU8/TXYw380VqyI/AAAAAAAAAAw/C4h-m4dPLL0/s1600/BEATOS.jpg
Os principais padroeiros, ou seja, modelos nos quais nos inspiramos, no comprimento de nossa missão de imitar nosso senhor Jesus Cristo, segundo o chamado que ele nos faz , são em primeiro lugar os pastorinhos de Fátima, principalmente Francisco e Jacinta que, por serem crianças, nos enchem de zelo em seguir pelo caminho da infância espiritual, que é o modo com o qual realizamos todas as nossas orações e missões, a exemplo, também, de nossa segunda padroeira, Santa Teresinha do Meninos Jesus da qual herdamos o nome de teresinianos.

Do Beato Francisco Marto, nosso principal padroeiro,aprendemos a viver co m o principal objetivo de adorar e louvar ao bom Deus que, com o nosso criador, tem já aqui neste mundo o direito de ter pessoas que se ocupem exclusivamente de adorá-lo.De nossa segunda padroeira, a beata Jacinta Marto, aprendemos o seu zelo pela conversão dos pecadores, sem medir esforços para tudo oferecer pela sua conversão e salvação, tanto mais quando nos lembramos que se trata de uma criançinha de apenas 7 aninhos de vida. De Santa Teresinha do menino Jesus, nossa segunda padroeira aprendemos o meio pelo qual atingiremos nossos objetivos: o caminho da infância evangélica pelo qual não se perde nenhuma ação por mais insignificante que seja, que deve ser feita por amor, sem nunca se esquecer de que, sem Deus nada podemos fazer.

4 . Nossa Espiritualidade:


Em tudo contamos com nossa mãe Maria Santíssima com a qual vivemos em comunhão espiritual constante, para que em tudo seja ela a agir em nós e por meio de nós e, nada do que fazemos oferecemos diretamente a Deus, mas somente por meio dela, na certeza de que, tudo o que é tocado por suas mãos imaculadas se torna puroe digno de ser oferecido a Deus.Damos para ela porque sabemos que ela não retém nada para si, uma vez que como escrava do Senhor, sabe que nada lhe pertence.

Sendo assim, nossa espiritualidade é a da escola que Nossa Senhora inaugurou em Fátima, ou seja, viver para reparar os pecados do mundo e dar a vida pela conversão dos pecadores, seguindo os passos dos videntes aos quais Nossa Senhoralá se revelou, e o fazemos, com o método da pequena via de Santa Teresinha do Menino Jesus, que é a da infância espiritual.


5. Nossa vida


Nos propomos viver uma vida cujo tempo assim se distribui: 8 horas de horação, 8 horas de repouso, 8 horas de trabalho, que podem se resumir nos seguintes: limpeza das nossas casas, atendimento das pessoas que nos procuram em nossas casas no plantão de cura e aconselhamento, bem como nos pontos de trabalho que temos nas cidades onde vivemos como lan houses, padarias, lavanderias, lanchonetes, etc...Onde não somente procuramos, com a ajuda da divina providência, ganhar nosso sustento, mas principalmente evangelizar através de capelas que aí conservamos para levar os clientes,que antes de tudo,são nossos irmãos, e através de um plantão de oração e aconselhamento.

https://lh5.googleusercontent.com/-_nv4-w2UzYk/TX6RQkFkrII/AAAAAAAAABo/eBiVU_VrdHc/s1600/porta.bmp

APELO:
Pastoral Vocacional
PROCURAM-SE:
Jovens que queiram dizer seu sim como Maria, Jovens que queiram viver para Deus, que não tenham medo de gastar sua vida para glorificar o Senhor e servir ao próximo, sobretudo naqueles que ainda não conhecem a Jesus e nos adolescentes carentes que, sem opções de lazer e trabalho acabam sendo vitimas das drogas e da violência.
Jovens que não tenham medo de serem pobres como Jesus e seus pobres apóstolos, que amem a Santa Igreja e tenham em Deus sua única riqueza. Jovens para adorar Jesus e faze-Lo por todos conhecido, amado e adorado. Que queiram viver a sadia radicalidade do evangelho e seguir os passos do Crucificado com alegria e amor. Jovens que acreditem no céu, no amor e que não hesitem em deixar tudo para abraçar o TUDO, que é Jesus. Jovens de coração generoso e agradecido que queiram corresponder ao amor com que primeiramente foram amados. Jovens que queiram viver a santidade como sua primeira vocação, seguindo as pegadas dos Pastorinhos de Fátima e de Santa Teresinha. Se você é um desses jovens, escreva para: avelino41s@gmail.com e junte-se a nós e faça parte deste exército de Maria nossa mãe. Assuma sua condição de crismado e seja um soldado de Cristo como Teresiniano mensageiro de Nossa Senhora de Fátima. Seja um sócio ou uma sócia arrecadadora, sendo assim também você terá parte nos méritos dessa família que se resume na promessa que lemos no livro do profeta Daniel: “Os que tiverem sido inteligentes fulgirão como o brilho do firmamento, e os que tiverem introduzido muitos {nos caminhos} da justiça luzirão como as estrelas, com um perpétuo resplendor”. (Dn.12,3)

Saiba como participar desta obra enviando um e-mail para avelino41s@gmail.com


PORQUE OS TEMOS COMO PRINCIPAIS PADROEIROS


Hoje, eu gostaria de esclarecer um pouquinho do porque da escolha de nossos principais padroeiros os Beatos Francisco e Jacinta Marto, primos primeiros de nossa querida Ir. Lúcia, que com eles, foram, em 1917, os videntes de Nossa Senhora de Fátima que, veio nas terras portuguesas, pedir ao mundo que rezemos todos os dias o santo terço em família, para pedir a paz para o mundo e, mais tarde voltaria com Seu filhinho Jesus nos braços pedindo reparação ao Imaculado Coração de Sua Mãe Santíssima, com a prática das comunhões reparadoras no primeiro sábado.
Viver e divulgar a MENSAGEM DE FÁTIMA, é parte do carisma de nossa Fraternidade dos Teresinianos Mensageiros de Nossa Senhora de Fátima, e, cremos que, em breve, também a Ir. Lúcia de Jesus, prinicipal vidente de Fátima, será também beatificada passando também a figurar entre nossos padroeiros.
Esta breve biografia foi copiada do site próprio do SECRETARIADO DOS PASTORINHOS, e tem a finalidade de, estimular nossos leitores a adquirirem no site deles, o livro MEMÓRIAS DE IRMÃ LÚCIA I, onde ela nos conta mais detalhadamente a vida de ambos, bem como toda a história das aparições que viriam a mudar o mundo.
Sendo assim, os escolhemos porque deles queremo imitar toda a vida dedicada a obedecer tudo o que Nossa Senhora em sua Escola lhes ensinou e pediu, principalmente, o ato de "oferecer todos os sofrimentos que O Bom Deus quizer nos enviar" em reparação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro, principalmente os cometidos contra o Imaculado Coração de Maria Ssma.
Deles também queremos aprender sua generosidade no sacrifício pelas intenções de Nossa Senhora e seu zelo para que O Bom Deus seja mais amado e adorado, e pela conversão dos pecadores, cuja conversão é uma das razões de nossa existência.
Fiquem com Deus, com Maria, o fundador.

PALAVRA DO FUNDADOR




QUARESMA: CAMINHO DA HUMANIDADE RUMO À PÁTRIA DEFINITIVA.
POR: PE. TARCÍSIO AVELINO

Queridos irmãos,

Neste primeiro domingo da Quaresma a liturgia nos traz um resumo do que consiste a vida humana neste mundo, consiste numa constante batalha com o inimigo que se inaugurou com a desobediência de nossos primeiros pais, como vemos na primeira leitura, mas que, como lemos na segunda leitura foi reparada pela obediência da única pessoa capaz de anular as consequencias da ruptura de nossos primeiros pais, com Este Deus que do nada nos criou por amor.
As tres leituras nos mostram que, desde a criação a vida humana, por causa desta desobediência, consiste nesta constante batalha com o tentador, que, não tem nada de criativo, uma vez que a mesma tática que usou com no Paraíso, usou com o povo de Deus no deserto e usa até hoje, na plenitude deste novo tempo que Nosso Senhor Jesus veio inaugurar que durará até o fim do mundo.
Sim. O Inimigo usa sempre as mesmas táticas.
Assim como no Paraíso usou o alimento para aliciar Eva à queda,seduzindo-a com o fruto proibido, tambem foi por causa do alimento que o povo de Deus caiu na primeira contenda com Ele no deserto, quando, em resposta de sua murmuração O Bom Deus respondeu dando-lhes o maná do céu. E foi também com o alimento que Satanás incomodou Jesus com a primeira tentação no deserto, no entanto a resposta de Nosso Senhor nos dá o segredo para vencermos essa primeira tentação que é a do TER, a de se preocupar com nosso sustento e subsistência: "não só de pão vive o homem mas de toda a Palavra que sai da boca do Pai", Palavra essa, que se encarnou para se tornar O PÃO VIVO QUE DÁ A VIDA ETERNA. É Ele mesmo que nos ensinou a olhar os lirios do campo para não nos preocuparmos com o dia de amanhã, e mandou nos também olhar os pássaros do céu para nos lembrar que se O BOM DEUS não lhes deixa faltar o sustento, muito menos o deixará faltar um de Seus filhos criados à Sua Imagem e Semelhança.
Foi Ele que certa vez, multiplicou o pão para uma multidão que havia vindo de longe para escutar Suas Palavras, confirmando o que nos havia dito: "buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça e tudo o mais vos será acrescentado"
À segunda tentaçao de Jesus no deserto, corresponde à segunda tentação de Eva no Paraíso, "SEREIS COMO DEUS", que corresponde à segunda tentação do povo no deserto quando em Massa e Meriba, se rebelaram contra Deus exigindo que Moisés lhes providenciasse água para beber. Querem ser como Deus providenciando eles mesmo a água para sua sede. Mais uma vez Nosso senhor nos ensina a vencer esta tentaçao de querer SER Deus, ou seja, de ocupar o lugar de Deus, toda vez que os pais querem manipular seus filhos escolhendo a profissão e vocação para eles esquecendo-se que esta é um dom de Deus concedido a cada um desde toda eternidade. Toda vez que um patrão tenta manipular seus súditos ou os cientistas tentam explicar cientificamente todas as imprevisibilidades do tempo, que nem sempre é possível prever, bem como toda vez que os cientistas se arrogam o direito de manipular a vida humana, precisam se cuidar para não ceder à tentação de querer ser Deus. A essa segunda tentaçao Nosso Senhor nos ensina a vencer dizendo "não tentarás O Senhor teu Deus". com isso Nosso Senhor está dizendo a Satanás que Ele É DEUS e por isso não precisa saltar de um precipício para provar quem Ele é, uma vez que Sua Palavra Eterna prescreve que a Deus não se tenta.
E, finalmente, à terceira tentação de Nosso Senhor corresponde, no Paraíso, à tentaçao do PODER, "no dia em que dele (do fruto) comerdes, tereis o mesmo poder de Deus, de conhecer o bem e o mal. Foi essa a mesma tática que O Antigo Inimigo usou com o povo no deserto quando, Moisés, demorando-se a regressar do monte, com os 10 mandamentos resolveram arrogar-se o PODER de criar o seu próprio Deus para poder adorar um deus mudo que não exige nada de ninguém, nenhum mandamento. Quantas vezes nós também fabricamos nossos ídolos de dinheiro, vaidades e status, para prescindirmos de Um Deus exigente, esquecendo-nos de que se Deus exige que andemos nos Seus caminhos é porque nos ama e por saber que só neles teremos a felicidade e a paz... a essa tentação Nosso Senhor nos ensina como vencer "adorarás o Senhor Teu Deus e só a Ele servirás", ou seja, Cristo está dizendo que Ele é Deus, o dono de tudo, por isso não precisa se encurvar diante de Satanás para merecer a reverência devida aos poderosos deste mundo, porque, como Deus, Ele é o TODO PODEROSO a quem são devidas a honra, a glória e poder, pelos séculos dos séculos. AMÉM.
Que nesta quaresma todos nós aprendamos a imitar a NOSSO SENHOR, buscando conhecer Sua Palavra, única arma capaz de vencer o tentador, bem como o jejum que é o exemplo máximo de todas as mortificações as quais precisamos submeter nossa vontade própria marcada, desde o início da criaçao, pelo egoísmo e pelo orgulho, só assim, poderemos ter o auto-domínio sobre ela quando o Tentador solicitar nosa vontade para o pecado.
Um abraço a todos. Deus lhes abençoe.
Pe. Jurandi (D. Tarcísio)

NOSSA IDENTIDADE


Somos os consoladores do Senhor portanto, como o Beato Francisco Marto que, procurava se retirar a lugares solitários para adorar  e consolar o Bom Deus, na contemplação, mas o somos através do Imaculado Coração de Maria que se revelou em Fátima, para o qual O Senhor veio à Ir. Lúcia, já então noviça das Irmãs Dorotéias em Tuy dizendo:”Tem pena do Coração de tua Santíssima  Mãe que está coberto de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos lhe cravam sem haver que faça um acto d reparação para os tirar.” Em seguida disse a Ss. Virgem: “Olha minha filha o Meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos Me cravam, com blasfêmias e ingratidões. Tu ao menos, vê de me consolar...”. Meu Deus! Como não atender a tão pungente apelo de Nosso Senhor e da mais terna de todas as Mães, não só cumprindo os 5 primeiros sábados bem como tudo o que Ela nos vem pedir em Fátima e em todas as Suas demais Aparições? Porisso somos consoladores de Deus através de Maria, porque cremos que todas as ofensas que se fazem a Ela, a ofendem precisamente porque ofendem Àquele que a escolheu e preparou para ser Sua Mãe, nesta terra; Afinal, desprezar a obra é desprezar o artista que a executou.
Além disso sabemos que jamais outro coração amou ou amará mais a Deus do que Maria Santíssima, por isso reparar o Seu Imaculado Coração é reparar as ofensas a Ele causadas pelos pecados dos homens.
            Sim somos consoladores do Senhor através de Maria porque nos sentimos consumidos de zelo pela glória dEla que apareceu chorando em La Sallete, por ver tão negligenciada a causa de Nosso Senhor e, ao mesmo tempo, defendendo-nos como zelosa Mãe perante a Justiça Divina. Como não corresponder a um apelo tão premente de uma Mãe tão zelosa pela causa de Seu Deus e de Seus filhos? Ouçamo-la: “Já há muito tempo que sofro por vós!Para que Meu Filho não vos abandone eu estou encarregada de lhE orar incessantemente. E vós não fazeis caso. --Por mais que rezeis, por mais que rezeis, por mais que pratiqueis o bem, jamais podereis pagar o sofrimento que tomei por vós. EU DEI-VOS SEIS DIAS PARA TRABALHAR, MAS RESERVEI-ME O SÉTIMO E VÓS NÃO MO QUEREIS CONCEDER. É o que torna tão pesado o braço de Meu Filho”. Como Mensageiros de Nossa Senhora queremos enxugar as lágrimas que Ela derramou em La Sallete e continua derramando por causa de tantos espinhos que  cravamos no Seu terníssimo Coração, por uma vida, que, em tudo, busque corresponder aos Seus apelos, por isso veneramos também, de maneira especial, em nossa Fraternidade, a Sua Imagem com o nome de Nossa Senhora de La Sallete, bem como aquela com a qual é chamada de Nossa Senhora Rosa Mística, cuja primeira aparição a Pierina Gilli foi com o Coração trespassado por tres espadas, símbolo de Suas dores causadas pelos pecados dos homens especialmente dos sacerdotes e consagrados.
Nossa consagração é também oferecida pelos sacerdotes pela sua santificação, já que Ela prometeu a abundância de santas vocações para a casa religiosa que a venerasse, e desejamos um numeroso exército de Teresinianos a defender de porta em porta os interesses desta Nossa Rainha e Senhora.
            Somos Consoladores do Senhor, mas em comunhão de vida com Maria, porque acreditamos que por sermos demasiadamente pequeninos e desastrados, mais atrapalhamos, com nossas quedas, Ao Bom Deus, do que O consolamos, por isso é Maria Santíssima que em nós, por nós e através do nós O consola com Seus  inúmeros e grandiosíssimos méritos.

            Somos Sarças Ardentes que ardem sem se consumir, não só de zelo pela casa do Senhor mas, principalmente, por causa do amor miesericordiosíssimo com o qual Ele nos seduziu.
(extraído do texto das REGRAS DOS TERESINIANOS DE FÁTIMA).

Teresinianos Mensageiros de Nossa Senhora de Fátima